Dogue alemão

dogue alemão

Quais são as características do dogue alemão?

Uma das raças mais gentis e bem-humoradas, o dogue alemão é um ótimo companheiro da família, amigável, paciente e amante de boas doses de carinho, ainda que seu impressionante tamanho possa intimidar. Sua natureza dócil e obediente unida à sua inteligência e agilidade tornam o dogue alemão fácil de treinar.

Quais são as cores do dogue alemão?

O dogue alemão apresenta cores distintas, cada uma delas com marcas, estampas e tonalidades características e complexas: – Tigrado: a base da cor vai do dourado claro ao escuro com listras pretas bem definidas e uniformes, preferencialmente com tons intensos. – Preto: um preto profundo e acetinado.

Como é o estômago do dogue alemão?

O estômago do dogue alemão é longo e sujeito à Síndrome da dilatação vólvulo-gástrica, também conhecida como torção gástrica. Nesta situação o estômago dilatado gira sobre si mesmo, impedindo a drenagem estomacal, consequentemente comprimindo a circulação e a respiração.

Por que os dogues alemães são brancos?

Branco: nos dogues alemães, a cor branca é normalmente causada pelo gene merle. Quando em homozigose, este gene suprime a produção de pigmentos pelos melanócitos, fazendo que seus portadores sejam quase totalmente brancos, geralmente com olhos azuis. Podem ter algumas pintas negras ou acinzentadas na cabeça e dorso.

Qual é o tamanho do dogue alemão?

Tamanho do Dogue Alemão É um cachorro considerado de porte gigante. O tamanho mínimo do Dogue Alemão macho é de 80 centímetros de altura com as quatro patas no chão, já as fêmeas devem ter 72 centímetros de altura!

Qual é a origem do dogue alemão?

Como o próprio nome diz, a origem do Dogue Alemão é da Alemanha. Sua história vem dos Assírios que disseminaram a raça Cão de Javali pelo mundo. A partir de cruzamentos, o queridão surgiu como um descendente das raças Mastiff e Wolfhound.

Qual a raça de cachorro dogue alemão?

- Os cães desta raça são grandes, sendo que os machos costumam passar de 80 cm de altura. Já as fêmeas possuem uma altura média de 70 cm. - Um dogue alemão adulto pesa entre 60 e 70 kg. - Os dogues alemães possuem pelos curtos, brilhantes e grossos.

Quais são os pontos de destaque do cachorro?

Um dos pontos de destaque do cachorro é seu tamanho, sendo uma das raças de cachorros grandes. De um modo geral, o peso e altura do Dogue Alemão fica entre 71 a 86 cm e 50 a 90kg. Só que há, por exemplo, o Zeus que é o cão mais alto do mundo. Trata-se de um Dogue Alemão de 1,12 metros de altura e que pesa mais de 70kg.

Mesmo possuindo um porte grande, o dogue alemão é uma das raças mais gentis e amorosas que existem. Vamos conhecer um pouco mais sobre ele? A raça, que também pode ser conhecida como cão alemão, foi criada a partir do cruzamento da raça English Mastiff e Greyhound. São cães pesados e que podem chegar a atingir o peso de seres humanos.

Qual é a diferença entre o dogue alemão tigrado e dourado?

Quais são as principais doenças do dogue alemão?

Veja as principais doenças do Dogue Alemão neste post! Por ter sido um cão de caça, passeios diários e exercícios são essenciais. A raça é bastante resistente, porém, por decorrência de seu porte gigante, doenças neurológicas, ósseas e gastrointestinais são bastante comuns.

Quais são os problemas do dogue alemão?

– Estômago: o dogue alemão tem predisposição a desenvolver torção gástrica, doença que causa problemas no estômago e pode chegar a interromper o bombeamento de sangue no abdômen. Além disso, pode ter inchaços e flatulências.

Qual é a origem do dogue alemão?

O dogue alemão carrega em seu DNA as raças wolfhound irlandês, mastiff inglês e greyhound irlandês, seus antepassados, e a sua atuação como caçador de javalis. Estima-se que a data de sua origem seja de 3.000 a.C, através de desenhos de cachorros semelhantes ao dogue alemão encontrados nos templos da Babilônia.

Quais são os fatores que causam a síndrome do dogue alemão?

A doença costuma atingir raças de porte grande ou gigante, como o Dogue Alemão, Doberman e Rottweiler. Um dos fatores que contribui para desenvolver a síndrome é o crescimento rápido desses cães, que pode acabar em uma má formação óssea. Entretanto, questões genéticas e de nutrição também podem influenciar no desenvolvimento do quadro.

Postagens relacionadas: