Desembaraço aduaneiro

desembaraço aduaneiro

Qual a importância do desembaraço aduaneiro para o comércio exterior?

O desembaraço aduaneiro é um tema bastante comum para quem lida com comércio exterior. Afinal de contas, é preciso cumprir todos os trâmites burocráticos para ter acesso a produtos regularizados. Sendo assim, essa é uma etapa essencial para realizar uma compra ou venda internacional.

Qual a diferença entre despacho aduaneiro e desembaraço?

É importante diferenciá-lo do despacho aduaneiro, que consiste em um processo de conferência física e documental das mercadorias. Assim, o desembaraço faz a liberação propriamente dita e registra a conclusão da verificação. O desembaraço aduaneiro foi regulamentado pelo Decreto 4.543/2002.

Como fazer o desembaraço aduaneiro de uma carga importada?

Em qualquer importação, é preciso recolher previamente o Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) para efetuar o desembaraço aduaneiro da carga importada. Se as cargas somam um valor acima de US$ 3 mil, é preciso fazer o cadastro no RADAR Siscomex e, para facilitar, ter um despachante aduaneiro .

Quais são os tipos de despacho aduaneiro?

Em relação ao despacho aduaneiro – que está relacionado ao desembaraço –, existem 3 tipos: de consumo, admissão e para internação. O primeiro é quando os bens são destinados ao uso, por exemplo: matérias-primas, insumos, produtos intermediários e bens de produção.

Como e quando se dá o desembaraço aduaneiro?

Como e quando se dá o desembaraço aduaneiro? O ato de desembaraçar qualquer mercadoria é feito por um despachante, que deve ser um profissional credenciado (ou fazer parte de uma empresa com a mesma característica).

Quais documentos são exigidos para o desembaraço?

Vários documentos são exigidos e a falta de apresentação deles da maneira correta é capaz de prejudicar o desembaraço. A documentação exigida inclui fatura comercial, romaneio de carga, certificado de origem, conhecimento de transporte e possíveis certificados de análise (da ANVISA, por exemplo).

Quem desembaraça a mercadoria e o despachante realiza a liberação da carga?

Não existindo nenhum problema, a Receita Federal desembaraça a mercadoria e o despachante realiza a liberação da carga nos portos, aeroportos e pontos de fronteira alfandegados.

Por que a carga foi desembaraçada?

Quando ouvimos dizer que a carga foi “desembaraçada”, isso significa que ela seguiu todos os critérios e está livre para o seu dono. Seguir todas as etapas corretamente e apresentar a documentação exigida é importante para que não ocorra nenhum problema que ocasione perdas financeiras.

Como funciona o desembaraço aduaneiro?

O desembaraço aduaneiro é o processo que libera a mercadoria do importador quando ela chega no solo brasileiro. É um procedimento cujas etapas possuem detalhes que devem ser cumpridos, de modo a atender às exigências legislativas. Por isso, muitos empresários optam por ter auxílio de especialistas, como a Guelcos, para não errar no procedimento.

Por que a carga foi desembaraçada?

Quando ouvimos dizer que a carga foi “desembaraçada”, isso significa que ela seguiu todos os critérios e está livre para o seu dono. Seguir todas as etapas corretamente e apresentar a documentação exigida é importante para que não ocorra nenhum problema que ocasione perdas financeiras.

Quem desembaraça a mercadoria e o despachante realiza a liberação da carga?

Não existindo nenhum problema, a Receita Federal desembaraça a mercadoria e o despachante realiza a liberação da carga nos portos, aeroportos e pontos de fronteira alfandegados.

Como é feito o desembaraço de comércio exterior?

Ele é feito no Siscomex, sistema que contempla o registro, o acompanhamento e o controle de todas as operações de comércio exterior. Com o desembaraço já cadastrado, o pedido é efetivamente expedido e entregue ao importador. Junto vai o Comprovante de Importação, que documenta que o pedido está regular.

Postagens relacionadas: