Iapmei compensação salário mínimo 2022

iapmei compensação salário mínimo 2022

Como pedir compensação pelo aumento do salário mínimo em 2022?

A plataforma que permite às empresas pedirem a compensação pelo aumento do salário mínimo nacional em 2022 está disponível a partir desta terça-feira, segundo o IAPMEI. O salário mínimo nacional aumentou este ano para 705 euros, face aos 665 euros em 2021.

Qual o valor do apoio do IAPMEI para o último aumento do salário mínimo?

Entra em funcionamento no dia 26 de maio, no site do IAPMEI, a plataforma que vai permitir às empresas pedirem o pagamento do apoio que as compensa pelo último aumento do salário mínimo. O valor pago será de 84,5 euros por cada trabalhador que, em dezembro de 2020, auferisse a retribuição mínima mensal garantida (RMMG).

Quais os requisitos para o pagamento do subsídio 2021?

As empresas interessadas, para além da habitual situação fiscal e contributiva regularizada à data do pagamento do subsídio, devem apresentar, nas de­clarações de remunerações relativas a dezembro de 2021, 1 ou mais trabalhadores a tempo completo com remuneração base declarada igual ou superior ao salário mínimo de 2021 e inferior ao de 2022.

Qual o valor do subsídio pecuniário para entidades empregadoras?

Em virtude da atualização da retribuição mínima mensal garantida (RMMG) a partir de 1 de janeiro de 2022, que passará de 665€ para 705€, as entidades empregadoras terão acesso a um subsídio pecuniário.

Como pedir compensação pelo aumento do salário mínimo?

Até 1 de março, as empresas podem pedir a compensação pelo aumento do salário mínimo nacional. O apoio, pedido através da plataforma online criada para o efeito, varia entre 56 e 112 euros, consoante a situação dos trabalhadores.

Quanto é o salário mínimo em 2022?

O salário mínimo nacional, de 665 euros, vai voltar a aumentar no próximo ano para chegar aos 750 euros em 2023, segundo diz o relatório que acompanha a proposta de Orçamento do Estado para 2022 (OE2022).

Qual é o salário mínimo de Portugal em 2022?

O subsídio pecuniário por trabalhador será de 56 euros (50% de 112 euros), quando a remuneração base declarada se situa entre 665 euros e inferior à RMMG para 2022. Um salário elevado já não chega para recrutar bons profissionais e reter talento.

Qual o salário mínimo de um trabalhador?

112 euros por trabalhador - caso recebesse um salário base entre 665 e 705 euros (salário mínimo para 2022) em dezembro de 2021, se o valor tiver sido acordado num contrato coletivo celebrado, revisto ou alterado em 2021 56 euros por trabalhador (50% de 112 euros) - caso recebesse um salário base entre 665 e 705 euros em dezembro de 2021.

Qual o valor máximo do subsídio?

O valor do subsídio corresponde a 65% da remuneração de referência. O valor máximo é de 1108 euros, o equivalente a duas vezes e meia o valor do indexante dos apoios sociais (IAS).

Por que o subsídio é obrigatório para todas as empresas?

Este subsídio é considerado um benefício social e a legislação portuguesa defende que deve ser pago por todas as empresas, tanto do setor público como no privado, contudo não é obrigatório por lei, pelo que nem sequer consta no Código do Trabalho.

Como funciona o subsídio social de desemprego a partir de janeiro de 2021?

Se, a partir de janeiro de 2021 a situação de desemprego se mantiver, os beneficiários passam a ter direito ao subsídio social de desemprego, sem avaliação dos rendimentos do agregado familiar. Para o prazo de garantia são contados os dias em que trabalhou: Num Estado da União Europeia, na Islândia, Noruega, Listenstaina ou Suíça

Quanto tempo dura o subsídio de desemprego 2021?

Os períodos de concessão do subsídio de desemprego que terminem em 2021 são, excecionalmente, prorrogados por 6 meses .

Qual é o valor do subsídio? O subsídio pecuniário previsto tem o valor de 112 euros por trabalhador que, na declaração de remunerações relativa ao mês de dezembro de 2021, auferia o valor da remuneração base declarada (código P) equivalente à RMMG para 2021, pode ler-se no mesmo documento.

Qual o valor do subsídio pecuniário 2021?

Postagens relacionadas: