Marmelos assados no forno

marmelos assados no forno

Quais são as receitas de Marmelos assados no forno?

Fechar a assadeira com a folha de alumínio (parte brilhante (alimentar) para dentro). Levar ao forno a 200 ºC durante 50 minutos. (se necessário acrescente mais água) Retirar a folha de alumínio e deixar mais 10 minutos ou até os marmelos ficarem dourados e macios.

Como fazer Marmelos com folha de alumínio?

Cobre com folha de alumínio ( parte brilhante para dentro) e leva ao forno (180ºC) por aproximadamente 15 minutos. Passado o tempo retira a folha de alumínio. Leva novamente ao forno até que os marmelos fiquem dourados e macios (espeta um garfo e deve de entrar facilmente).

Qual a origem dos Marmelos?

Assados, cozidos ou em compotas e doces como a marmelada, os marmelos são uma verdadeira delícia de Outono. São originários da Ásia Central e do Norte do Irão.

Qual a importância do marmelo?

O marmelo possui uma cor esverdeada ou amarelada. É baixo em calorias e rico em fibras, contendo várias substâncias importantes do ponto de vista nutricional, como taninos, pectinas, sais minerais, vitamina C e vitaminas do complexo B.

Qual a diferença entre Marmelo e marmelada?

O marmelo é uma fruta ácida (mesmo depois de cozida), de perfume forte, mas agradável, e de polpa dura. Geralmente, o marmelo não é consumido ao natural. No entanto, é uma fruta ótima para fazer doces em pasta (marmelada) ou geléia, xaropes e licores.

Qual é a origem do Marmeleiro?

A origem do marmeleiro leva-nos até à região do Cáucaso, apresentando-se como uma árvore de porte médio, com flores de cor rosa ou amareladas. Na Antiguidade, este fruto representava fortuna, fertilidade, amor e era muito utilizado como planta medicinal. O marmelo possui uma cor esverdeada ou amarelada.

Por que o marmelo é conhecido como fruto do amor e do casamento?

Graças a essas associações, o marmelo ficou conhecido como fruto do amor, do casamento e da fertilidade. O nome botânico do marmelo, cydonia oblonga , deriva de Kydonia na ilha de Creta. Foi aqui que o marmelo comum foi transformado no fruto que conhecemos hoje na região do Mediterrâneo.

Postagens relacionadas: